Humanos que possuem Gatos toleram mais facilmente o Coronavírus - afirma médica que observou 100 pacientes na Espanha.



dois gatos abraçados em sofá de oncinha

Humanos que possuem Gatos toleram mais facilmente o Coronavírus

”Por via de regra, pessoas que possuem cães e gatos toleram o coronavírus mais fácil ou de forma completamente assintomática. Sabe-se que os gatos podem ter a forma de coronavírus felino, que não infecta as pessoas. Portanto, é possível que pessoas que tenham contato diário próximo com gatos desenvolvam anticorpos para o vírus felino que também podem destruir o vírus humano”, é o que relata Sabina Olex-Condor, médica polonesa que trabalha na emergência de uma clínica em Madri, na Espanha.

"Os pacientes ou familiares de pacientes foram questionados sobre animais de estimação para darmos informações sobre como realizar o isolamento em casa. E houve o que chamou minha atenção: a maioria não tinha animais de estimação, alguns alegavam ter cães, mas quase nenhum tinha gatos. Mas é claro, o teste é muito pequeno e eu não fiz estatísticas. Quando for possível, tentarei produzir estatísticas mais confiáveis", me respondeu pelo Facebook, a médica que conversou com 100 pacientes de covid-19.

“Isso é chamado de reação cruzada e existe na natureza. Os anticorpos contra um vírus também destroem outro semelhante. Sabe-se que essa proteção não é 100% porque nem todo gato entra em contato com coronavírus felino e nem todas as pessoas desenvolvem imunidade da mesma maneira. Obviamente, para confirmar minhas suposições, seriam necessárias pesquisas e estatísticas aprofundadas, mas há uma suposição de que podemos lidar com maior imunidade devido ao contato com coronavírus específicos para animais de estimação e um sistema imunológico mais eficiente”, complementa.

Ela notou também que vários colegas de trabalho que não tinham animais em casa estavam de licença médica, enquanto os que tinham gatos permaneciam saudáveis e continuavam a trabalhar. A hipótese levantada por Sabina é de que o convívio com a saliva e pelos dos animais domésticos pode reforçar a imunidade das pessoas contra o vírus.


Gatos infectados propositalmente por covid-19 não tiveram sintomas da doença


Essa semana um experimento feito com gatos nos EUA ganhou as manchetes dos jornais, porém, de uma forma sensacionalista e equivocada. Em primeiro lugar, os gatos não pegaram covid-19 de humanos. Três gatos foram submetidos ao contágio em laboratório com altas doses do vírus. Todos se contaminaram e depois, em contato com outros gatos saudáveis feitos de cobaia, também os contaminaram. 

Mas nenhum deles demonstrou sintomas da doença, o que pode levar a crer que possuem uma defesa natural contra o covid-19.

A experiência foi liderada por Yoshihiro Kawaoka, professor de ciências patobiológicas da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Wisconsin, nos EUA.

Não há nenhum caso registrado até o momento de transmissão de gato para humanos, mas há casos raros em que humanos contagiaram gatos ou grandes felinos, como aconteceu no zoo de Bronx onde um tigre apresentou resultado positivo para o covid-19 após ter tosse seca e diminuição do apetite. Três outros tigres e três leões também testaram positivo e acredita-se que o transmissor foi um funcionário do zoo. Todos os animais passam bem.

A Dra. Ann Hohenhaus, médica interna e veterinária de pequenos animais do Animal Medical Center da cidade de Nova York, disse à CBS News: “Existem milhões de pessoas em todo o mundo infectadas com Covid-19, mas apenas um pequeno número de relatos de gatos. Os gatos podem pegar o vírus de humanos, mas podem não ser capazes de transmiti-lo de volta a eles”.



Fonte: Fátima ChuEcco - Jornalista/Escritora

Leia a Matéria completa:  https://jornalistafatima.blogspot.com/2020/05/tutores-de-gatos-toleram-mais.html?spref=fb&m=1

Comentários

Postagens mais visitadas